Doramas Entretenimento K-Drama
/

Familiar Wife (Wife That I Know) – K-Drama

Não vi muita gente comentar desse drama, mas as poucas que vi tinham praticamente a mesma opinião que a minha. O protagonista é detestável no começo do drama, mas por algum motivo ficamos presas até o fim, e terminou tão bonitinho! 💛

Familiar Wife fala sobre escolhas e como elas podem MUDAR TUDO. E aquele “e se…” pode não dar tão certo quanto em nossa imaginação. Não é um drama perfeito, tem algumas falhas e eu comento sobre isso ao longo do post, mas que gostei bastante, isso é verdade.

 

Familiar Wife
(Wife That I Know)
아는 와이프
Episódios: 16
Emissora: tvN
Ano: 2018

Sinopse: Cha Joo Hyuk e Seo Woo Jin são casados há 5 anos. Cha Joo Hyuk trabalha em um banco e Seo Woo Jin também tem uma carreira ativa. Devido a um caso inesperado, Cha Joo Hyuk faz uma escolha e essa escolha leva pessoas, incluindo ele mesmo e Seo Woo Jin, a viverem vidas totalmente diferentes no presente.

Sim, o começo do drama lembra muito Go Back Couple e eu quase desisti. Não só porque tudo nele me lembrava outro drama, como também o protagonista deu tanta mancada logo nos primeiros episódios que eu já não suportava ver a cara dele (perdão Ji Sung!) e nem imaginava como o roteiro poderia reverter todo aquele ódio eu e as dorameiras estávamos sentindo. Eu só tinha uma certeza: a história tinha que ser muito boa e o protagonista sofrer e se arrepender muito pra eu gostar do drama.

Com o passar dos episódios senti que as semelhança com Go Back Couple foram se desfazendo, e me peguei mais curiosa na trama que envolvia situações agora um pouco semelhantes a Manhole. Umas viagens no tempo um tanto malucas que me faziam querer entender como tudo aquilo ia voltar pro lugar. Também me senti cativada pela protagonista feminina, que na minha opinião, roubou todas as cenas. Vou explicar essa minha opinião confusa, calma. haha

Cha Joo Hyuk (Ji Sung) e Seo Woo Jin (Han Ji Min) se conheceram quando ele estava na faculdade e ela estava no último ano do ensino médio. Eles se apaixonaram e se casaram. Agora, em 2018, com dois filhos e cinco anos de casados, os dois vivem vidas completamente diferentes daquilo que sonharam. Tudo está um caos, eles só brigam, gritam e vivem infelizes o tempo todo.

Um dia, Joo Hyuk consegue uma oportunidade misteriosa para viajar no tempo, e percebe que tem a chance de mudar sua vida completamente. Ele pode escolher se quer mesmo conhecer Woo Jin, ou se vai ao encontro de seu primeiro amor. E para contribuir com o crescimento da minha raiva por ele, ele de fato, escolhe não encontrar Woo Jin e vai atrás da chatinha Hye Won (Kang Han Na), uma garota linda e rica que foi seu primeiro amor.

As escolhas que Joo Hyuk fez nessa viagem no tempo, mudaram toda sua vida no presente, mas também a de seus amigos e familiares. Ele agora é casado com a Hye Won, mora numa linda casa, tudo está indo bem e seu emprego… parece a vida perfeita. Mas não é tão perfeita assim quando ele começa a perceber as burradas que fez.

E é nesse momento que eu sinto mais ódio dele. Olha gente, talvez tenha gente que tenha gostado dele mesmo nesse começo, mas tudo que eu queria era mesmo que ele sofresse.

SPOILER ~ Clique para ler

Minha maior indignação nessa parte foi ele ter simplesmente esquecido dos filhos. Em Go Back Couple ainda essa era a maior preocupação do casal, mas aqui, ELE PREFERIU O VIDEO GAME! Ele não mostrou nem um pingo de arrependimento pelos filhos não existirem mais! Eu fiquei revoltada demais.

[collapse]

Respirando fundo. Continuemos.

Bom, agora que está “indo tudo bem” ele percebe que seu casamento com a esposinha nova não é um mar de rosas, que seu melhor amigo tem uma vida infeliz por sua causa. E pra deixar tudo melhor, Woo Jin aparece novamente na vida dele. Agora ela é uma pessoa completamente diferente da última vez que ele a viu, ela é sorridente, radiante, alegre, linda (sempre), tem uma carreira boa e vai trabalhar ao seu lado no banco!

Apesar de tudo, tenho que reconhecer que essa nova versão da Woo Jin era infinitamente melhor. E isso porque ela não tinha um marido insuportável do lado dela. Mas por não tê-lo, parecia que faltava algo. Tanto nela, quanto nele. Suas vidas não eram completamente felizes. E quanto mais eles trabalham juntos, “se conhecem”, convivem… mais aqueles sentimentos complexos voltam, o vazio, as lembranças de coisas que “nunca aconteceram” e um sentimento inexplicável de amor e conforto.

Quando eles se enontravam era tanta tensão. Ele por lembrar de tudo e achar que ela poderia se lembrar. Ela porque sentia coisas inexplicáveis. A Woo Jin era tão maravilhosa! Gostava demais da personagem que foi bem única, leve, divertida. A química entre os dois atores estava evidente, Han Ji Min e Ji Sung tão bonitos juntos que shippei, viu!?

Tudo fica cada vez mais louco. As coisas estão fora do lugar, e ele vai sentindo saudade e lembrando dos seus bons momentos com ela. Eu simplesmente adorava todos os flashbacks dos dois jovenzinhos. Ele parecia um gato assustado, porque ela completamente doidinha, mas pouco a pouco se deixou levar pela doçura da Woo Jin. 💖 Essas cenas do passado me deixavam toda “owwn” e desejando que eles pudessem ser felizes de novo. Comecei a me pegar desejando muito que ele se arrependesse de tudo que fez e que voltasse logo pra ela. Como? Eu não fazia ideia.

Há outras viagens no tempo durante a trama, e todas elas bagunçam um pouco mais a história. E por isso disse que lembrou um pouco Manhole, só que de uma forma boa. Não foi a ponto de não entender nada e a ponto de não levar a nada. Tudo colaborou para que suas vidas fossem se ajeitando. O roteiro foi ótimo nesse quesito, porque por um triz não acontece uma grande besteira nessa história. E lembram que eu falei que eu odiava demais o protagonista e que precisava de MUITO, pra convencer do contrário? Pois bem. Apesar de não ter concordado com as atitudes dele, ainda assim pude entender certas escolhas, principalmente do meio pro fim do drama.

SPOILER - Clique para ler

Joo Hyuk queria desfazer suas escolhas ruins, mas não tinha mais como voltar atrás.Então o melhor que ele pôde fazer foi ter escolhida ficar naquela “última versão” de suas vidas, onde a mãe da Woo Jin estava saudável, seu amigo casado, seu outro amigo continuava sendo seu cunhado, e Woo Jin era FELIZ. Ele não quis voltar pro primeiro momento de suas vidas pois era lá que deu tudo errado. Os dois eram infelizes e seus familiares e amigos também. Essa escolha me fez ficar tão feliz com o andamento e desfecho do roteiro. Não esperava por isso nos primeiros episódios, achava que a melhor solução era ele voltar, por ela, pelos filhos, por ele mesmo. Mas realmente, não fazia sentido se agora ele poderia corrigir tudo isso.

E também foi muito bonito da parte dele querer proteger a Woo Jin das lembranças dolorosas, de tudo aquilo que os dois viveram na “primeira versão” do seu casamento. Sendo que agora eles poderiam se amar, ser feliz. Ele queria protegê-la de todo aquele sofrimento, e achava que ele era o culpado por ela ser infeliz. Mas foi tão lindo ver a cena que ele para o carro no meio dos outros pra evitar o acidente e ainda a abraça e é aí que tudo fica evidente, ele vai tentar o melhor para fazê-la feliz dessa vez.

[collapse]


E eu só falei do casal até agora. Preciso comentar sobre os amigos. Um deles é Yoon Jong Hoo (Jang Seung Jo), um personagem muito divertido e que tem cenas de bromance muito boas com o Joo Hyuk. Na minha opinião esse ator lembra demais uma mistura de Ji Chang Wook com Jaejong, cheguei a comentar isso no meu twitter, porque tudo que eu conseguia lembrar era deles. Achei tão fofo ele. hahaha Fiquei de coração partido porque numa das escolhas do Joo Hyuk, ele também é afetado. Queria que ele tivesse logo um final feliz.

Adorava o Oh Sang Sik (Oh Eui Sik) e a Joo Eun (Park Hee Von), um casal que eu shippei desde o primeiro momento. Eram engraçados e fofos. A Joo Eun era uma doidinha e tava quase entrando na tela pra dizer “moça, você não precisa emgagrecer, vai com calma!” ahhaha. Também gostei muito da amizade dela com a Woo Jin. 💕 Fofas.

E todo o pessoal do banco, claro! Não lembro de ter visto drama que se passasse em banco e gostei muito, o ambiente e as situações eram divertidas, principalmente porque os personagens eram palhacinhos. Adorava o chefe sentimental, o gerente desperado, as mocinhas fofas e claro, o novato sem noção (Cha Hak-Yeon ~ N do VIXX) que me fazia rir e morrer de fofura. E as cenas no banco foram tão boas, tão leves, naturais… não era um humor forçado. Foi bem gostosinho acompanhar o dia-a-dia dessa equipe. 💛

Familiar Wife não foi um drama perfeito, passei raiva demais e já comentei algumas coisas aqui nas caixas de spoiler. Mas sem dúvidas, foi um drama que gostei muito de assistir. Familiar Wife fala sobre escolhas e como elas podem mudar TUDO. E o quão importante são nossas atitudes com aqueles que amamos. Uma simples conversa pode evitar diversos problemas. É importante saber falar e ouvir, e nem sempre o “e se…” pode dar tão certo quanto em nossa imaginação.

Uma ótima mistura de romance, fantasia e viagem no tempo com um tema que não é tão leve assim. A história é linda, principalmente o desfecho. 💘 Terminou tão bem que eu fiquei feliz de não ter desistido no começo do drama.

Achei a OST bem gostosinha também, principalmente as faixas Love Me Again (SF9), Let Me Show You (N.Flying) e as do Roy Kim e John Park. Tem o album completo no Spotify.

Onde assistir?

Tem Familiar Wife legendado no Kingdom Fansub, DramasKfan e Dramafever.

 

 

E aí, o que vocês acharam desse drama?!

Beijos. Mari 😘😘

Compartilhe ♥

2 comentários em “Familiar Wife (Wife That I Know) – K-Drama

  1. Aaa Mari eu acabei desistindo desse drama depois de assistir alguns episódios, acho que estava com muitas expectativas, quando chegou na parte em que o amigo do Joo Hyuk começou a se interessar pela Woo Jin eu desanimei ainda mais e como estava com vários outros dramas para assistir acabei deixando ele de lado, mas gosto bastante da temática desse drama e ficava me perguntando se não deveria dar mais uma chance a ele… Gostei bastante da sua resenha e, pelo o que você escreveu, acho que vou dar mais uma chance! Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *