Doramas Entretenimento K-Drama
/

Terius Behind Me (My Secret Terius) – K-Drama

Olhando esse poster assim dá até pra pensar que se trata de um dramão cheio de reviravoltas e muita atenção. Mas quem vê assim também nem desconfia que Terius Behind Me é um drama mais fofo do que qualquer outra coisa que ele poderia ser. 💛

Terius Behind Me é um drama divertido sobre agentes secretos e uma mãe (um grupo de mães pra ser mais exata) que acabam envolvidos num caso de crimes. O drama marca a volta de So Ji Sub pras telinhas desde Oh My Venus que foi lançado em 2015. E olha, pra mim, não poderia ter drama melhor pra ele voltar. Já quero So Ji Sub novamente num drama em que ele é pai, um paizão assim. 

Terius Behind Me
My Secret Terius
내 뒤에 테리우스
Episódios: 32 | Emissora: MBC | Ano: 2018

Sinopse: Go Ae Rin perdeu o marido recentemente e percebe que há algo suspeito na morte do marido, e a não ser que ela descubra, sua vida pode correr perigo. Kim Bon é vizinho de Go Ae Rin. Um homem gentil e simples, com um passado misterioso. No mundo da espionagem, Kim Bon é conhecido como Terius, um agente do Serviço Nacional de Inteligência. Não existe criminoso que ele não consiga encontrar, e nenhum mistério que ele não consiga resolver. Mas, por ora, ele é apenas um cidadão comum. Go Ae Rin nem imagina mas de repente, todas as pessoas mais perigosas do mundo estão de olho nela.

Vou falando logo, Terius Behind Me é um drama de espionagem e comédia, e se você vier atrás dele somente por conta da parte de ação e espionagem, pode se frustrar um pouco com alguns buracos deixados ao longo do caminho e com a confusão que o roteiro se encontra em determinados momentos. Não que isso seja um ponto ruim de fato, mas pode incomodar algumas pessoas. No meu caso, as cenas prenderam minha atenção, e eu adorava as perseguições e a ação, foi bom, nada demais mas me fez continuar assistindo e me entreteu sim. Não é realmente o ponto forte do drama, mas nem por isso é um drama pra deixar de lado ou abandonar. Pelo contrário! E vou explicar todos os pontos ótimos desse drama durante o post.

Eu recomendo mesmo investir no drama pelo seu lado cômico e muito fofo (MUITO!), o que eu não esperava encontrar nessa trama. Afinal que sensacional um agente do Serviço Nacional de Inteligência que de repente vira bábá de dois “anjinhos” terríveis. Perfeito, eu não preciso de mais nada. haha Eu poderia passar horas só vendo esse agente secreto treinar, ops, cuidar daquelas fofuras.

  

Kim Bon (So Ji Sub) ou apenas Terius para os infiltrados, é um ex-agente do Serviço Nacional de Inteligência que agora vive uma vida “comum” mas ainda planejando encontrar o verdadeiro culpado de arruinar sua vida há uns anos atrás. Kim Bon é um personagem bem misterioso no começo e talvez tenhamos até uma impressão errada da sua verdadeira personalidade, ou ele simplesmente foi mudando com o tempo mesmo. Ou podemos falar dele assim, Terius: um incrível agente, frio e durão, bom de briga, inteligente, não tem nada difícil demais pra ele. Kim Bon: o ser humano mais doce desse universo. 💕

Quem nessa dramalândia não sabe que o So Ji Sub é maravilhoso atuando, né? Ele já fez todo tipo de personagem nessa vida, e eu acho que gosto mais desses cômicos. Agora So Ji Sub com as crianças foi a coisa mais gracinha que a gente poderia ter visto ao longo desse tempo todo. Mas eu vou falar mais disso depois.

Voltando pra história, é quando Kim Bon acha que está tranquilo e ele está quase pegando o cara que ele quer tanto pegar que aparece uma mulher que veio literalmente pra bagunçar toda sua vida. Ela é Go Ae Rin (Jung In Sun) mãe de dois filhos gêmeos que acaba de perder seu marido e agora precisa de um emprego pra sustentar a família e consequentemente uma babá para ficar com os seus filhos. Por puro interesse no caso em que Go Ae Rin está envolvida, Terius acaba se oferecendo para trabalhar como babá e mal sabia que ele estava se envolvendo num caso muito maior, principalmente porque Go Ae Rin tem um squad de amigos vizinhos que não deixam nada barato e eles estão ali pra protegê-la e ajudá-la no que for preciso.

Go Ae Rin é tão fantástica e eu só consigo pensar nisso pra falar dela. Logo que se vê no meio dessa mudança de vida forçada, ela não mede consequências e tudo que pensa é no bem dos filhos. Para isso, ela está desesperada por um emprego e disposta a fazer um ótimo trabalho seja onde for. Aos poucos vamos descobrindo que não somente pela situação, mas porque Go Ae Rin é assim mesmo, guerreira por natureza e ela não faz nada mais ou menos. Adorava isso na personagem e essa é uma das melhores coisas dessa história, porque ela não foi só a mocinha inocente que o Terius defendeu, mas muitas vezes ela quem lidou com a situação sozinha.

Quando saíram as notícia do drama eu tava realmente preocupada porque pensei que a personagem dada a Jung In Sun seria mais como uma mãe bobinha tipo ela mesma em Eulachacha Waikiki, mas ainda bem que não foi assim, foi uma mãezona badass.

É aí que a história começa a misturar a vida dos agentes do NIS (Serviço Nacional de Inteligência), dos vilões, do Terius, da Go Ae Rin, as crianças e os vizinhos do prédio. Calma que eu vou falar um pouquinho de todos eles sim, porque se tem uma coisa que esse drama soube fazer muito bem foi trabalhar com todos os personagens.

Mas se tem personagens pelos quais me apaixonei mesmo, foram Cha Joon Hee (Ok Ye Rin) e Cha Jun Soo (Kim Gun Woo), ou pra mais chegados os gêmeos Joon-Joon. Não aguentava eles fazendo bagunça no apartamento do Kim Bon, os olhinhos pedindo alguma coisa, os beijinhos no nariz, a criatividade brincando com ele, escovando os dentes pra tomar mais sorvete, colando band-aids por todo o corpo do ahjussi pra curá-lo… era uma cena melhor que a outra.

E o Terius levando eles pra escola, um de cada lado no colo, com aquele jeito maravilhoso de caminhar de óculos escuros… era a sensação no meio das mães e das dorameiras. Não poderia ter melhor babá!

Desculpa pelos vários gifs e fotos, eu não costumo colocar tantos nas resenhas, mas é quase impossível de falar de Terius sem falar o quanto esse o ponto mais importante desse drama, e eu precisava compartilhar essas imagens com vocês. Se minhas palavras não convencerem, então talvez So Ji Sub caminhando de óculos de sol convença. 😊

Yoo Ji Yeon (Im Se Mi) é outra agente do NIS, amiga pessoal do Terius há um bom tempo. Ela está atualmente investigando um caso e ainda procura pelo Kim Bon. No meio desse caos que a história vira ela o encontra e novamente vão resolver as coisas juntos. Yoo Ji Yeon é uma das personagens que eu mudei de opinião desde o começo da trama. Pensei que ela seria vilã, ou simplesmente a amiga ciumenta (que aliás ninguém aguenta mais roteiristas), mas na verdade fui surpreendida por uma personagem independente, sincera, inteligente e que procura fazer o que é certo independente de como se sente. Ela sempre maravilhosa, mas foi nos últimos episódios que eu mais senti o quanto Ji Yeon é incrível.

Ah, só pra deixar registrado mesmo mais um personagem que eu adorei foi o Ra Do Woo (Kim Sung Joo), principalmente depois de ficar moreno. hehe. E que dupla boa ele formava com a Yoo Ji Yeon, só ela que não percebia. O ship aqui era forte. 💖

E bom, sigo na mesma opinião que tive da Yoo Ji Yeon em relação ao Jin Yong Tae (Son Ho Jun). Primeiramente que no começo eu não conseguia prestar atenção em outra coisa além da beleza dele no ternos finíssimos que ele usava com aquele cabelo penteadinho. Haha. Jin Yong Tae é do lado vilãozinho sim, mas foi um personagem bem escrito, me fazendo prestar atenção nos detalhes de sua história e seu passado, que achei até cruel demais.

E mesmo tendo amado o personagem e tudo que ele viveu, acredito que a partir da segunda metade do drama, ele poderia ter sido um poquinho melhor aproveitado. Ele poderia ter ido ajudar Terius, mesmo que disfarçado, ou sei lá. Bom, isso na minha cabeça. Ah, tem um tiquinho de bromance.

Eu amava demais a turma da Go Ae Rin, aquelas mães e pai que eram muito mais do vizinhos intrometidos e ainda se saíram melhor que o NIS, afinal ninguém supera o KIS. Haha. Amo! Shim Eun Ha (Kim Yeo Jin), Bong Sun Mi (Jung Shi Ah) e Kim Sang Ryul (Kang Ki Young) foram ótimos, até porque a maior parte das cenas que os envolviam era comédia mas deixaram sua importância na história. E eu morria de rir com o Kim Sang Ryul, melhor ideia colocar um pai no meio dessas mães loucas, e esse ator é ótimo né?!

Agora sobre romance, o ship mais forte mesmo foram os protagonistas claro, apesar de que se você espera ver um romance intenso, Terius Behind Me não é o drama certo. A química entre Kim Bon e Go Ae Rin era perfeita, doce, inocente e com pouquíssimos momentos que os dois ficavam sozinhos pra acontecer alguma coisa, ou seja, não acontecia era nada. Mas assim mesmo o romance foi crescendo e fica subentendido ao longo dos episódios. Ele era muito paizão sim, pra mim parecia que eles estavam casados há anos já.

SPOILER ÚLTIMO EPISÓDIO - Clique para ler

SPOILER – Principalmente naquele final docinho com a “missão” de serem marido e mulher. Hahaha Eu ri da cara deles de “hm, é mesmo, vou adorar isso” eles não estavam envergonhados não. haha

[collapse]

 

Enfim, o drama tem vários plots acontecendo ao mesmo tempo, como Kim Bon tentando pegar o culpado, um espião no NIS, Young Tae envolvido numa lavagem de dinheiro pesada, a Go Ae Rin sendo alvo sem nem fazer ideia e ainda botando os amigos no meio do jogo… Eu até gosto assim, deixa as coisas menos monótonas e parece que faz a história andar mais rápido. Mas apesar de um pouquinho confuso, acredito que o roteiro conseguiu lidar bem até o final, principalmente no desenvolvimento dos personagens e nos relacionamentos criados entre eles. E aqui, não me refiro apenas ao protagonistas, mas todo os personagens acabaram envolvidos num mesmo arco e isso os aproximou e deu ainda mais vida pra trama.

Vou ser sincera aqui, esse drama nem tem cara da MBC. O tom do humor e a ótima excelente produção me lembrou um pouco a tvN que seria mais fácil me encantar com todos os personagens nesse nível. Surpresa? Estou.

A trilha sonora de Terius Behind Me é tão boa, que eu não tenho nem música favorita. Combinou com o drama então tem faixas pras cenas cômicas, pras de ação, pro draminha de vez em quando. Vale a pena ouvir todas inclusive as instrumentais. Tem todas nessa playlist do Spotify. Vou deixar o MV de uma música gostosinha com cenas igualmente bonitinhas. Mas ouçam as outras, sério. A faixa do Gaho é muito boa! E a da Eunjung também. 💕

 

Onde Assistir?

Tem Terius Behind Me legendado no Kingdom Fansub.

 

E por hoje é isso. Tem mais tem 3 resenhas novinhas saindo do forno nos próximos dias.

Ah! Tem sorteio rolando no twitter e instagram do blog. Corre lá pra participar! 💛

Beijos, Mari.  😘

Compartilhe ♥

2 comentários em “Terius Behind Me (My Secret Terius) – K-Drama

  1. Esse drama foi tãoooo maravilhoso!!!!
    Eu nem ia ver porque pensei que fosse triste por causa da sinpse.
    Mas foi muito fofo.
    O que é So Ji Sub de óculos escuros?! Obrigada pelo pelo gif rs

  2. Vou falar a verdade, eu só quis assistir esse dorama por causa do Ji Sub, ele será eternamente meu crush Coreano.
    Mas eu me encantei pelo drama, a força da Ae Rin era incrível e me surpreendeu não ser só mais uma “donzela em perigo que precisa ser salva pelo príncipe”.
    Mas o que eu mais me rancava gargalhadas era que o Terius mesmo em missão ele conseguia se manter alerta e até virar a noite acordado, mas quando ele se tornou a babá dos Joon-Joon (e que gracinha esses dois, como amei) ele ficava morto de apagava.
    Tudo nesse dorama foi incrível, eu queria mais e mais e fiquei até triste quando acabou, mas todo ele foi pleno e foi fofo.
    Adorei todos os personagens e as reviravoltas. E claro, SO JI SUB andando todo de preto e óculos de sol e eu gritando: – Puta que pariu, que homem lindo… Amor, olha isso… Que homem, bicho!!!
    (ainda bem que meu marido nem liga mais, hehehe).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *