Doramas Entretenimento K-Drama
/

Romance Is a Bonus Book – K-Drama

Quem não ouviu falar nem alguma coisinha sobre Romance Is a Bonus Book nos últimos, hein? Foi um dos dramas mais falados desde a notícia com a confirmação do elenco até os seus últimos episódios indo ao ar. E não é pra menos, claro que os dramas do Lee Jong Suk sempre fazem sucesso, independente se você é do time das amantes do ator, ou se você é do time das que não vê nada demais demais nele.

No twitter, as dorameiras sempre entram na discussão: Lee Jong Suk bonito ou feio. Lee Jong Suk talentoso ou não. Mas independente de qual time você seja, uma coisa é fato, ele é famoso e tudo que ele faz vira hit. E eu falo isso fazendo parte do time que não vê nada demais nele (perdão, desde já, não me matem haha). Mas reconheço que que o moço sabe escolher bem os dramas, e Romance Is A Bonus Book foi o meu favorito da carreira dele.

Pra quem não esperava nada do drama, como eu, pode-se ter uma grata surpresa. É um drama que não demonstrava ser nada além de um romancinho meloso, mas conquistou os dorameiros por focar na história da protagonista que tem uma vida complicada após retornar para a carreira profissional depois de anos. Além disso, o ambiente da trama é o mundo das editoras e dos livros, e o tom poético acompanha a história e dá um toque especial.

Romance is a Bonus Book
로맨스는 별책부록
Episódios: 16 | Emissora: tvN | Ano: 2019

Sinopse: Cha Eun Ho é um escritor genial e o editor-chefe mais jovem de sua editora. Ele é inteligente e tem boa aparência. Ele também é mal humorado no trabalho, mas tem um coração caloroso e uma personalidade razoável.
Kang Dan Yi costumava ser um redatora popular, mas agora ela está sem dinheiro e desempregada. Mesmo que ela tente encontrar um emprego, devido à sua carreira impressionante e excelente formação educacional, ninguém quer contratá-la. Finalmente, Kang Dan Yi consegue um emprego em uma editora mentindo sobre seu passado. Cha Eun Ho é o editor chefe dessa editora. Eles começam a desenvolver sentimentos românticos um pelo outro.

Romance Is a Bonus Book foi muito falado antes mesmo de seu lançamento, e confesso que eu não esperava muito do drama não, pelo “romance” no nome achei que não seria nada mais do que um romance acontecendo num escritório de uma editora. Mas inesperadamente (ainda bem!) o drama é muito mais do que um romance simplesmente.

Foi provavelmente, um drama escrito e produzido com muito carinho e cuidado, e criado especialmente pra deixar nossos corações quentinhos mesmo após as duras cenas de uma mulher que já passou dos seus 30 anos tentando se reintegrar na vida profissional.

Infelizmente, o mundo que vivemos é assim, é cruel e embora tenha pessoas como no drama que falam que a idade não é problema para entrar na empresa, ah, é sim. Empresas preferem contratar currículos aparentemente encantadores em vez de olhar para as pessoas. O problema fica evidente durante a trama, e nem sempre bons currículos pertencem a bons profissionais.

Kang Dan Yi (Lee Na Young) está desempregada e tem força de vontade, mas o mundo não lhe dá uma chance. Ela era uma redatora famosa, ganhou prêmios e era muito reconhecida, mas largou tudo para investir na sua nova família, mas desde que seu casamento terminou, passa por dias difíceis, tendo que sustentar a si mesma e sua filha. Ela não tem nem casa para morar.

Ela tem um melhor amigo de anos, ele é Cha Eun Ho (Lee Jong Suk) um escritor famoso que atualmente trabalha também como editor chefe numa Editora. Depois de uma certa relutância, Dan Yi acaba contando pra ele a que ponto sua vida chegou, mas ainda bem que Cha Eun Ho existe e passa a dividir sua casa com ela.

Ela então descobre que a editora que ele trabalha está contratando, ela se inscreve para uma vaga em que os requisitos não pedem formação universitária. No meio da necessidade, claramente ela tenta e acaba sendo contratada.

É nessa nova jornada da Dan Yi que o drama vai nos mostrar histórias incríveis de pessoas em busca de realização profissional nesse mundo cruel que deixa que currículos definam pessoas. Isso até me faz lembrar de uma das frases de Fight My Way, onde a protagonista fala que é injusto um pedaço de papel fingir que sabe tudo sobre você, quando você acorda cedo e vai dormir tarde, mais tarde que todo mundo, e ainda assim ninguém te reconhece.

Fiquei tocada com a sensibilidade de Romance Is a Bonus Book. A luta da Dan Yi pelo emprego, as portas se fechando, os discursos sobre ela ter ficado parada por 7 anos e que ela não era mais apta para o cargo. Triste demais porque é real demais.

Mas a parte boa é que Dan Yi não desiste nunca. Além de ser talentosa e competente, ela raramente se desanimava ou deixava os problemas influenciarem a sua vida. Ela quem influenciava todo o resto. Mesmo trabalhando na equipe de apoio, era criativa, dava ideias e fazia muito mais do que deveria. Sua personalidade é determinada e divertida. Ela é um docinho de pessoa, pra ser mais exata.

“Todas as mulheres gostam dessa história. É Cinderela. Eu sou muito velha para acreditar em contos de fadas. A ideia de ser salva por um cavaleiro num cavalo branco é muito exagerada para mim. Prefiro escrever a história da minha própria vida.” – Dan yi – Romance Is a Bonus Book

Cha Eun Ho é outro docinho. Além de um bom amigo pra Dan Yi, um excelente amigo, alias. O moço também é habilidoso, inteligente e trata a todos com gentileza. Ele também é apaixonado pelo que faz e zela pelo bem da editora.

A atmosfera do drama é muito gostosa. O ambiente é a editora e o mundo dos livros. Como eles nascem e como eles morrem. Podemos ver profissionais apaixonados pelo que fazem e pessoas apaixonadas por livros. É tão inspirador ver a parte da produção de livros, eles criando vida, mas também tão triste o descaso das pessoas. Como eles são descartados e pouco interessantes para alguns.

Gostei muito da forma como roteiro trabalhou o tom da narrativa, com toques poéticos graças ao mundo editorial representado e as analogias entre livros e seres humanos, que por diversas vezes, me deixavam emocionada.

“Nós somos como livros esperando que alguém nos encontre e nos abra para ver o que há dentro.” – Romance Is a Bonus Book

Além dos dois protagonistas, o drama também dá bastante atenção a outros personagens como a Song Hae Rin (Jung Eugene), ela trabalha como editora, é a júnior (hoobae) do Cha Eun Ho na mesma empresa e o designer Ji Seo Joon (Wi Ha Joon).

A Hae Rin é uma profissional dedicada, ela ama tanto o que faz. Minha personagem favorita junto com a Dan Yi, não consigo escolher uma só. Os plots que envolvem a Hae Rin também são interessantes e mostram a garra de uma mulher que lutou muito e ainda luta pra conquistar aquilo que deseja. É um amor de pessoa quando convém, mas quando fala de trabalho ela fica séria e não aceita erros cometidos.

O designer Seo Joon é talentoso em criar capas dos livros. E aparece na trama como um anjo, se torna um pouco duvidoso no meio dela, mas de pouquinho em pouquinho foi me conquistando. Nem todo mundo gostou desse personagem, mas ele tem uma certa importância e adorei o fato dele ser designer (colega de profissão aqui minha gente), e mostrar também que além do conteúdo, os livros precisam de uma boa e planejada capa, assim como um bom marketing.

No escritório da editora também ficam o diretor Kim Jae Min (Kim Tae Woo), a Ko Yoo Sun (Kim Yu Mi), Bong Ji Hong (Jo Han Chul), Seo Young A (Kim Sun Young), Park Hoon (Kang Ki Doong) e Oh Ji Yool (Park Gyu Young) e por diversas vezes trazem o alívio cômico, mas em outras algumas histórias emocionantes. Amava esse time, e embora alguns personagens em especial precisavam “melhorar” eles também crescem e amadurecem, seja na área profissional, familiar ou simplesmente como pessoas.

O ambiente da editora era muito divertido, os personagens eram alegres a maior parte do tempo e era gostoso de acompanhar o dia a dia deles, desde os casos de sucesso até os erros que fazem parte do serviço. Para quem gosta do assunto pode ser ainda mais interessante, como no meu caso na área de marketing e design.

Agora você deve estar se perguntando “tá, mas e o romance?”. Pois bem, o romance existe sim, claro que existe. Mas é que o drama tem assuntos tão interessantes que o romance não é o foco principal, embora ele esteja presente ali e vai crescendo com o passar dos episódios.

Eles são melhores amigos há tempo que provavelmente não perceberam o amor ali. Cha Eun Ho claramente percebe primeiro, mas mesmo assim a vida os trouxe até esse momento, onde Dan Yi já foi casada, tem uma filha e ele namorou várias garotas também. Durante o drama fiquei até com medo de como esse romance ia surgir, primeiro porque ele teve muitas oportunidades de dizer o que realmente sentia mas nunca o fez, segundo porque amizades estavam surgindo e eu não queria que elas fossem por água a baixo por conta de romance. Não me preocupei se os dois ficaram bem como casal, ou se durarariam, é claro que durariam. Eles foram feitos um pro outro e não se davam conta disso.

Em todo caso, todas as minhas dúvidas em relação aos dois e as suas amizades foram pouco a pouco desaparecendo graças a esse roteiro bem escrito que fez tudo andar no ritmo e no tempo certo. Cha Eun Ho e Dan Yi demoram um pouco pra ficarem juntos finalmente, mas quando acontece, é tão natural como se tivesse sido sempre assim. Dois lindos, sem mais.

Ainda no assunto romance, eu tenho outros dois ships, mas não vou dizer se eles se tornam reais ou não para não dar spoilers. Descubram vocês mesmos. 😉 Eles são a Hae Rin + Seo Joon e Park Hoon + Oh Ji Yool.

Mais uma surpresa desse drama foram as amizades muito bem desenvolvidas. Tanto a amizade, companheirismo e lealdade dos protagonistas, que antes de tudo, é mais importante que romance. Como também a amizade dele com a Hae Rim, da Hae Rim com a Dan Yi e das mulheres do escritório que foi sendo desenvolvida naturalmente e quando vi já estava amando. Essa do escritório, também é importante porque aborda uma certa rivalidade no ambiente de trabalho, rivalidade entre as próprias mulheres, o que não deveria existir, mas infelizmente existe.

Em todo caso, adorei as mulheres desse drama juntinhas, compartilhando experiências, momentos e desafios. E mais ainda o fato de que todas as mulheres presentes nesse drama são muito independentes e determinadas. Seja qual for a escolha e não importa o quão difícil seja, elas continuam seguindo em busca daquilo que acreditam.

Enfim, Romance Is a Bonus Book é um drama tão redondinho e perfeitinho que foi um grata surpresa dessa temporada de dramas. O que parecia ser nada mais que um romance, nos impressionou com a ousadia no tema de profissionais em busca de realização, numa atmosfera cativante envolvendo a produção editorial. E o romance foi o toque docinho que deu ainda mais vida ao drama. Uma obra completa e linda. 💖

“Só dizer ‘eu entendo como você se sente’ teria sido o bastante para mim. Em vez de me dar conselhos, ou me confortar… só simpatizar comigo. Somos todos humanos. ‘Eu sei como você se sente’, era isso que eu esperava.” – Romance Is a Bonus Book

Onde Assistir?

Tem Romance Is a Bonus Book legendado no Kingdom Fansubs e na Netflix.

 

Até logo,

Beijos, Mari.

Compartilhe ♥

6 comentários em “Romance Is a Bonus Book – K-Drama

  1. Como disse a Manu Gerino (coreanismo), o Romance assim como está descrito no título é apenas um bônus, não o principal elemento da história. Um drama perfeito que eu não me perdôo até hoje por não tê-lo colocado na minha lista de início, mas que, apesar do título que possa, talvez, “demonstrar um pouco de superficialidade”, vemos uma história que vai além, muito além, que retrata pessoas que são como livros (ótima analogia), que tem sentimentos e que podem sempre nos surpreender.

  2. O drama foi todo perfeito.
    É isso, o desenvolver da história, DanYi foi incrivelmente inspiradora, não era aquele padrão de prota burra que depende do homem pra crescer, ela cresceu digamos que sozinha, ela tinha a capacidade dela e ela foi persistente, mesmo a tanta humilhação ela foi feliz e insistiu no que queria.
    Eu AMEI os secundários Seo Joon e HaeRin foram incríveis, eles se destacavam mas como secundários, eles estavam ali, presentes e ao caminhar do drama você queria saber mais deles, mas eles não se destacavam mais que os protagonistas (eu achei isso sensacional)
    Quando eu terminei o drama eu só queria um livro contando toda história dele e eu leria todo, mesmo tendo assistido ao drama, porque o cuidado que eles tiveram com a literatura foi apaixonante, “eu quero ser como um livro pra você”, “a lua está linda”
    Gente que forma mais doce e genuína de se declarar pra alguém, afff foi um amor de drama.
    Eu sou do time que Jongsuk não tem nada demais mas nesse drama quase mudei de perspectiva, mas quando ele foi pro exército passou kkkkkkkk
    Enfim, perfeito do início ao fim.
    SUPER RECOMENDO

  3. Eu esperava muito desse drama pq sou viciada em livros e adoro Noona Romance. Mas mesmo assim o drama me surpreendeu positivamente.
    Que drama lindo! Um dos melhores que já vi…
    A carta da Dan Yi pra ela mesma na selação do emprego é tocante e tão honesta.
    Quem esta nessa idade da vida entende melhor….
    Não acho o protagonista lindo, na verdade pra mim ele é um menino (sou da geração So Ji-sub ♥ ) mas ele se tornou um ótimo ator, esta encantador.

  4. Amo livros e amo o Lee Jong Suk. Eu ainda não sei o motivo de não ter assistido esse dorama. Minha mãe já assistiu e vive suspirando a falar sobre ele <3

  5. Esse drama, foi tão leve e maravilhoso. Dan Yi sem dúvidas uma guerreira eu amei demais a personagem. As frases que pegam de livros e colocavam em situações do dia a dia FOI TIPO BAAAAAAAAM incrivel. A história toda é como uma carga de ‘vc consegue’ pq todos ali tinham uma história e conseguiram ultrapassar essa barreira.

  6. Sou uma mulher madura e não gosto de novela,mas depois que me falaram dos Doramas e ví o primeiro (jardim de metéoro)me apaixonei sou fá ,eu amei “Romance is A bonus book 😍😍😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *