Catch The Ghost foi um drama subestimado demais pelos dorameiros brasileiros. Em época de exibição, pouquíssimas pessoas comentavam sobre ele, e após terminar, nas premiações e tags de fim de ano, ele foi completamente esquecido. E é uma pena, mesmo.

É compreensível que muitos preferiram esperar pra ver onde ia dar, de fato. Já há algum tempo que a tvN tem falhado em lançar bons dramas de investigação. E os créditos dos melhores tem ido todos para a OCN. Mas aqui, quero deixar claro que Catch The Ghost não é somente um drama investigativo de suspense, é uma comédia, quase romântica, com toques de suspense, e diferentemente das tentativas recentes, essa funciona, e muito bem.

Outro bom motivo para assistir ao drama, é a volta da Moon Geun Young para as telinhas depois de 4 anos. Talvez dorameiros novos não a conheçam, no entanto, ela é uma atriz excelente e seu último drama The Village: Achiara’s Secret, foi um suspense e mistério dos bons exibido pela SBS em 2015.

Catch The Ghost
유령을 잡아라
Episódios: 16 | Emissora: tvN | Ano: 2019

Sinopse: Yoo Ryung é uma detetive novata que está em busca da sua irmã gêmea desaparecida, para isso, ela entra para a polícia do metrô a fim de descobrir pistas sobre o caso. Ela estudou os mapas do metrô durante anos, por isso, tem uma ótima percepção do espaço, o que a possibilita de resolver mais facilmente os casos. Apesar de ser determinada ela acaba fazendo uma bagunça para conseguir o que quer e seu parceiro é quem limpa a bagunça. (Sinopse traduzida do Asianwiki)

A combinação de suspense com comédia e romance em Catch The Ghost dá tão certo que se você não se prende por um, acaba ficando por outro. O plot principal da trama é a chave de tudo, e conforme passam os episódios mais suspense e plot twists aparecem. Adicionando o bom humor nos melhores momentos, o clima fica leve e gostoso de assistir mesmo passando raiva com “o antagonista”, que boa parte do drama não fazemos nem ideia de quem seja.

A temática de Catch The Ghost é uma das coisas que gostei muito: equipe de polícia do metrô. Não que seja algo totalmente inovador, mas é pouco abordado nos dramas coreanos, pelo menos. A maioria deles foca principalmente em equipes de investigação de grandes casos, mas aqui temos uma equipe que cuida de assuntos corriqueiros, o que pra muitos pode significar casos pequenos e de pouca importância. Em troca, o drama desenvolve justamente o contrário desse pensamento, mostrando que os policiais do metrô são necessários e importantes para a segurança de milhares de pessoas. Os casos variam dos mais leves aos mais cruéis.

“Confiança é a chave entre parceiros”

Moon Geun Young interpreta as duas irmãs gêmeas: a policial Yoo Ryung e a Yoo Jin, que tem autismo e está desaparecida. Por problemas familiares, quem sempre cuidou da irmã autista foi a Yoo Ryung. Elas são sozinhas no mundo, até que um infeliz incidente acontece e sua irmã desaparece. O caso foi investigado pela polícia mas não chegou a lugar a nenhum, apesar da irmã mais velha insistir que não era só um desaparecimento, e sim que se tratava de um caso maior podendo até ser assassinato.

Com objetivo de ficar ainda próxima do caso e poder investigar por conta própria ela decide virar policial e entra para o time da polícia do metrô, que foi onde o caso aconteceu.

Ko Ji Seok (Kim Sun Ho) é o chefe da equipe, e será o parceiro de Yoo Ryung. Ele é um personagem cômico, embora seja um detetive centrado. Ele dá o sangue pelo seu trabalho e fica um pouco frustrado quando ela chega, já que chega bagunçando as coisas e desobedecendo ordens.

Mas é quando o envolvimento deles começa que tudo fica ainda mais interessante. Não só pelo fato de que um sutil romance surge, como também porque eles formam uma ótima dupla de investigação. Sem frescuras, sem tempo ruim, e com certeza as duas pessoas mais inteligentes, ou pelo menos, as únicas pessoas que pensam direito nessa história.

Digo isso porque a maioria dos personagens secundários são bem inúteis quando o assunto é resolver o caso. Alguns são inúteis mesmo em qualquer situação. Se não fosse esse probleminha com o personagens secundários, eu diria que o drama é perfeito. Mas não posso negar que quando eles entravam em cena, eu perdia o interesse.

Por exemplo, a Ma Ri (Jung Eugene) que é da polícia de Seul e assume casos que vão além dos acontecimentos do metrô. Ela tem um passado com Kim Ji Seok e vive arrependida das escolhas que fez. Sempre que tem uma oportunidade fica lamentando e tentando reatar com ele. Com a chegada da Yoo Ryung então, Ma Ri fica insuportável. A atriz é ótima, uma pena sua personagem ser tão cansativa.

Kim Woo Hyeok (Ki Do Hoon) também faz parte da polícia e é da mesma equipe da Ma Ri. Ele é um dos personagens secundários que dá pra tolerar, e até gostar de vez em quando.

Há ainda outros personagens secundários, como da equipe de policiais do metrô, mas não vou citar um por um porque não tenho nem o que dizer.

Voltando aos protagonistas, vale ressaltar os dois atores escolhidos e como essa combinação foi apaixonante. Primeiro porque acho que nunca foi imaginada por quase ninguém, e o resultado foi só amor. Segundo porque Kim Sun Ho nasceu para fazer papéis de comédia e mais uma vez fez jus a esse talento. A atriz Moon Geun Young interpretou duas personagens muito distintas e gosto muito mesmo quando até me fazem esquecer que só existe uma Moon Geun Young.

Eu não esperava gostar tanto do romance nesse drama. Não mesmo. Mas eles fazem um casal tão bonitinho e que foi desenvolvido igualmente com os acontecimentos na trama, que de forma natural e inocente, acaba acontecendo e aquecendo o coração do telespectador. É provavelmente criado para contrastar com a frieza do “fantasma” que assombra essa história. E o resultado: muito docinho.


Em questão de produção, o drama não tem grandes cenas, ou uma fotografia marcante, afinal, boa parte do tempo é filmado no metrô, por isso, o meu destaque vai para a trilha sonora, principalmente pela música Feel My Heart do Woosung da banda The Rose. Eu não destaco essa música apenas por ser The Rose, mas porque ela é de longe uma das melhores OSTs de 2019, sim. E só quem assistiu ao drama consegue dizer a emoção que ela transmite.

Por fim, fica a indicação de Catch The Ghost, um drama interessante pra quem gosta de histórias de crimes leve e com um bom toque de humor.

E vocês já viram o drama? O que acharam, foi mesmo subestimado?

Onde assistir?

Tem Catch The Ghost legendado no Kingdom Fansubs.

Até logo, Mari.

Designer, publicitária, viciada em gatinhos, café e doramas. Criadora e autora do LoveCode - que publica conteúdo sobre entretenimento asiático há nove anos.

2 Comments

  1. Para mim esse dorama é o melhor do ano e todas as ost são maravilhosas, diariamente eu ouço, esse drama me prendeu tanto que senti um vazio quando acabou 🙁 além da história fluir muito bem e cheia de plot twist principalmente no final.
    Amei todos os personagens pois com o tempo eles crescerem, durante a reta final fiquei com tanta dúvida sobre o vilão principal mas não consegui odiar, ele teve seus motivos foi realmente triste.

  2. Pingback: Melhores Dramas Coreanos de 2019 - Retrospectiva e TOP 10 - LoveCode

Write A Comment