Chegando mais uma resenha daquelas que eu deveria ter postado há pelo menos dois meses atrás, mas não podia deixar de falar de Memorist. Ainda terão alguns posts da categoria atrasadinhos aqui, logo, logo. 🙂

Este não é somente mais um drama policial, Memorist tem uma trama intensa, um enredo bem escrito e muito inteligente. Aquele tipo de suspense que prende e nos faz imergir na narrativa, como se fossemos parte da história, como se trabalhássemos lado a lado dos protagonistas em busca do desfecho desse quebra-cabeças. Repleto de engenhosas reviravoltas e personagens curiosos, o drama surpreende a todo momento.

Pôster de Memorist  (tvN - 2020)

Memorist
메모리스트
Episódios: 16
Emissora: tvN
Ano: 2020

Sinopse: Dong Baek tem uma habilidade extraordinária, ele pode ver as memórias de quem ele toca. Com seu poder sobrenatural, atitude pronta e aparência agradável, ele é reverenciado em todo o mundo como um detetive superstar. Han Sun Mi é uma detetive inteligente e a pessoa mais nova a conseguir um doutorado em psicologia criminal. Ela se torna uma superintendente sênior da força policial, tendo resolvido casos complexos que nem mesmo um detetive com poderes sobrenaturais poderia fazer, ela é uma especialista em mentes criminosas. Esses dois profissionais altamente qualificados vão comprimir uma missão – desvendar um serial killer com habilidades que transcendem a combinação deles.

O drama é uma adaptação do webtoon de mesmo nome, publicado por Jae Hoo, que disse em entrevista, ter gostado muito do resultado da adaptação, embora no drama tenha cenas que não existem no webtoon, a história continuava mantendo o charme e ele ficou feliz pelo resultado.

É tão bom que fui pesquisar sobre os roteiristas responsáveis além do autor do webtoon. Ahn Do Ha e Hwang Ha Na são os roteiristas do drama, e foi o primeiro trabalho deles. Já ganharam uma fã.

Memorist tem uma história promissora mas que, para mim, começa a engatar de fato, a partir do episódio 5. Os quatro primeiros episódios são como uma introdução, apresentando o conteúdo que vamos precisar saber sobre os protagonistas e o mistério que os envolve. Quando a narrativa começa a desenvolver mais sobre o grande caso do serial killer muito habilidoso, podemos mergulhar profundamente nessa magnífica trama que é repleta de reviravoltas.

O drama é praticamente um labirinto que desperta em nós a vontade de criar de teorias e buscar a saída, mesmo que elas se desfaçam e mudem a cada episódio. Posso parecer exagerada falando de Memorist, mas pra quem gosta de tramas policiais e suspense inteligente, esse drama é realmente uma obra prima!

O mais interessante, é que por mais que a premissa do protagonista ter um tipo de “super poder” o que de certa forma – e infelizmente -, passe a sensação de que será uma trama mais infantil, temos totalmente o oposto aqui. Memorist faz bom uso do humor em várias cenas, no entanto, a seriedade é parte importante desta história.

A genialidade do roteiro está presente do começo ao fim. Toda a narrativa é construída de forma que as pontas soltas são bem atreladas no final. Surpresas e mais surpresas durante todos os episódios, com um final digno e muito bem estruturado.

Memorist conta a história de Dong Baek (Yoo Seung Ho), um policial que ganhou fama ao provar ter a capacidade de ver as memórias das pessoas e, com isso, resolvendo inúmeros casos difíceis para a polícia. Ao mesmo tempo que parece ser um super poder muito legal, para Dong Baek nem sempre é assim. Por causa dessa habilidade, ou as pessoas se aproximam dele por interesse ou fogem de qualquer tipo de contato físico, já que ele pode enxergar os seus segredos.

Dong Baek não se lembra de muito de sua infância, apenas alguns fragmentos dos acontecimentos estão gravados em sua memória, um deles é o assassinato de uma mulher que aparentemente parece ser sua mãe, por isso, tudo que remete ao seu passado o faz ficar curioso para o que aconteceu.

Han Sun Mi (Lee Se Young) é uma policial inteligentíssima e muito frívola. Apesar de ser jovem, já conquistou diversos prêmios na polícia por ter resolvido casos difíceis. Ela é uma profiler capaz de desvendar a mente de qualquer criminoso.

Ela também tem um passado cheio de mistérios e um caso pessoal que precisa resolver. Sua posição na polícia a ajudará a solucionar seu passado complexo.

Um misterioso serial killer surge com habilidades ainda mais fortes que as do Dong Baek, ele não só é capaz de ver as memórias das pessoas, como também de apagá-las. Por isso, logo é chamado de Eraser (em português algumas legendas usam Apagador e outras Borracha). Ele usa o misterioso passado de Dong Baek e Sun Mi para confundí-los e aproxima-los, a primeiro momento, Eraser transforma o famoso e prestigiado policial habilidoso num suspeito de assassinato.

Quem é o serial killer? Por que ele está atrás do Dong Baek? E como ele sabe do passado da Sun Mi? Como ele faz para apagar as memórias? E por que ele é mais forte que Dong Baek? Alias, será que não é mesmo o Dong Baek? Essas e muitas outras perguntas me confundiam todo episódio. E eu gosto dessa confusão, gosto quando a trama me envolve e me surpreende. Quando não mostra de cara o culpado.

Memorist nos faz investigar os crimes e enxergar os acontecimentos como Sun Mi e Dong Baek estão enxergando. O drama não mostra ao espectador o verdadeiro culpado antes de mostrar aos personagens, e isso que me fez gostar ainda mais, pois desta forma, podemos nos sentir parte da história. Ele nos faz imergir por completo neste suspense e nos tornamos detetives ao lado da dupla. Nos surpreendemos com eles, nos frustramos com eles, nos enganamos com eles, e também, desvendamos tudo com eles.

Yoo Seung Ho como Dong Baek não foi nada menos do que eu esperava. Como não gostar da atuação desse menino talentoso, não é mesmo? Ele tinha o charme, carisma e o sarcasmo necessário para esse personagem icônico. Dong Baek é todo esquentadinho e muitas vezes, se sente a última bolacha do pacote, mas ao conhecer o Eraser fica surpreso, e mais ainda quando conhece a perspicácia em forma de pessoa, chamada Han Sun Mi.

A Lee Se Young é uma atriz versátil que consegue se encaixar bem em qualquer personagem. Gostei tanto dessa personagem séria e brilhante. A pessoa perfeita para ser parceira nesse grande mistério.

Eu sei que as dorameiras românticas provavelmente estão se perguntando: tem romance nesse drama? E a resposta é: não. Ao mesmo tempo que fiquei desejando que tivesse um pouco, porque a química do Seung Ho com a Se Young é inegável, também fiquei feliz justamente porque a química dos atores é tão forte que eles como parceiros de trabalho já foi mais que suficiente. Até porque em um enredo tão perfeito como esse, não precisa de romance.

Outro ótimo ator presente na trama é Jo Sung Ha, que interpreta o chefe da polícia Lee Shin Woong. Ele é um personagem dúbio que está na trama para nos confundir ainda mais já que esse enigma também o envolve.

Ao lado de Dong Baek temos dois fiéis companheiros: Goo Kyung Tan (Ko Chang Seok) e Oh Se Hoon (Yoon Ji On) que sempre estarão lá para o que precisar na solução do caso do serial killer, além de ser a proteção de Dong Baek em qualquer situação. O squad é chamado de Avengers (Vingadores), isso mesmo, e dificilmente alguém será capaz de odiar essa turminha. Nem mesmo Han Sun Mi.

Para se juntar ao time, temos a repórter Kang Ji Eun (Jeon Hyo Sung) que também traz a tona um pouco do assunto de como a mídia é manipuladora em qualquer situação.

Todos os personagens estão ali com um propósito, não há personagem só para ser alívio cômico, ou só para ser a estrutura para que os protagonistas se ergam. Ou seja, mais um ponto positivo para essa trama bem construída que não deixa nada fora do lugar.

Queria muito comentar sobre o vilão esplêndido que é o Eraser. Às vezes, ele é tão inteligente que nos faz questionar tanto nosso cérebro, enquanto admiramos o dos roteiristas, que tiveram a incrível capacidade de criar tantas situações, tantos plot twists, e nos dar inúmeras possibilidades para ainda nos surpreender.

Sim, Memorist é tudo isso. Em todos esses anos de dorameira, são poucos os vilões que eu considero nesse nível de inteligência, e que são marcantes, assim como todo o drama. Em atuações, em cinematografia e claro o roteiro perfeito que já elogiei aqui inúmeras vezes. Portanto, a todos os envolvidos: parabéns e meu muito obrigada!

Recomendo também a leitura do ótimo post da Luu no MDUGS, ela citou 8 motivos pra ver Memorist. ♥

Onde assistir?

Tem Memorist legendado no Viki e Kingdom Fansubs.

E vocês o que acharam de Memorist?

Até logo, Mari,

Designer, publicitária, viciada em gatinhos, café e doramas. Criadora e autora do LoveCode - que publica conteúdo sobre entretenimento asiático há nove anos.

Write A Comment