Tag

2017

Browsing

“Não é porque estou perdido que significa que sou um perdedor.” Com essa frase de Lost do Coldplay começo a resenha de Where The Lost Ones Go, um drama chinês que enche os olhos em ambientação e fotografia de iluminações variadas, porém traz reflexões obscuras sobre a vida. Quer entender o porquê dessa dualidade? Como funciona a sofrência pros chineses, ao menos em 2017? Acompanhe a resenha e ponha a OST pra tocar (já de antemão pedindo desculpas por ter achado apenas as músicas em mandarim, pois por incrível que pareça a OST em inglês foi impossível de encontrar, mesmo procurando por trechos com meu inglês quebrado >__<).

Where The Lost Ones Go | 可惜不是你 | também conhecido como: Unfortunately Not You , I’m Sorry It’s Not You |

Episódios: 24 | Emissora: Hunan TV | Trasmissão: 21/Novembro – 11/Dezembro/2017

Sinopse: A estória do primeiro amor entre dois jovens estudantes de Arte que os levam a uma jornada inesquecível. Ye Zi, uma das alunas principais de pintura tradicional chinesa e Xiang Ze Yi, um importante aluno em pintura a óleo, se conheceram e se apaixonaram na época de faculdade. No entanto, Ye Zi se encontrou de coração partido quando Xiang Ze Yi a deixou de repente, sem dizer uma palavra. Anos mais tarde, Ye Zi tornou-se uma famosa ilustradora de mangá. Na esperança de voltarem a ficar juntos, Xiang Ze Yi voltou a encontrá-la trazendo a confissão do que aconteceu e por que ele teve que deixá-la. Como Ye Zi vai reagir? O que ela decidirá? (via My Drama List, tradução adaptada).

Eu sei, eu sei que estou atrasada quase um ano. Talvez você já conheça o programa que vou falar aqui hoje e está pensando “ué, mas esse post não deveria ter saído em 2017 ou 2018?”. É, pois é. Mas eu perdi a chance de ver o programa logo na época de exibição e cá estou eu apaixonada e grata pela indicação (várias e várias vezes, haha) da Irla, que foi quem me incentivou a ver esse reality em pleno 2019, mas que foi tão especial para mim. 💛

Não vou negar que se eu tivesse olhado Hyori’s Bed & Breakfast assim no catálogo da Netflix ou só visto o poster, nem teria dado uma chance. Mas de depois de tantas indicações dela e ela mencionando que eu iria me apaixonar pela amizade que é criada ao longo do programa não pude resistir. Parece bem simples, e de fato é. Não é um programa de humor, nem com provas e desafios, mas se torna muito gostosinho e acolhedor e vou explicar tudinho nesse post.

Antes tarde do que nunca, né? Hahah Já faz um tempinho que terminei esse drama, mas só consegui vir aqui escrever agora. Desde as primeiras notícias sobre esse drama eu estava ansiosa. Primeiro porque descobri que o Seungyoon (do grupo Winner) seria um dos atores. Depois porque descobri que que o roteirista e diretor seriam os mesmos dos dramas da série Reply (1997, 1994 e 1988), e eu adoro todos, principalmente o Reply 1988. Essa dupla sempre arrasa e então fiquei esperando ansiosamente, até que mais e mais notícias foram saindo como Jung Kyung Ho no elenco e outros queridinhos.

Quando o drama saiu, eu estava num momento todo confuso da minha vida, cheio de coisas pra fazer e acompanhei enquanto estava no ar até o episódio 6 mais ou menos, e como não estava conseguindo dar muita atenção e tempo suficiente (e acredite, esse drama é tão bom que merece atenção especial), resolvi deixar para maratonar após o seu término e foi a melhor coisa que fiz. Devorei os episódios tão feliz. Adorei tudinho, do começo ao fim!

Prison Playbook (ou Wise Prison Life) aborda a vida de condenados na prisão de uma forma tocante e com boas lições que quebram preconceitos. O drama tem um ótimo senso de humor que torna tudo ainda melhor. 💛 

Se você me acompanha por aí nas minhas redes sociais, provavelmente já viu que eu surtei muito com esse drama. Junto de I Am Not A Robot, ambos se tornaram meus favoritos do momento, apesar de serem muitos distintos. Just Between Lovers é uma montanha russa de emoções, mas essas muito mais pesadas e intensas. Eu não via a hora de vir aqui desabafar com vocês sobre o quanto esse drama é maravilhoso!

Just Between Lovers é um melodrama que emociona e provoca sentimentos profundos. É um drama pesado e ao mesmo tempo muito bonito sobre vítimas e sobreviventes de uma tragédia. O coração fica apertado mas também cativado pelos personagens humanos e pelo doce romance.

 

“Você só é capaz de sentir a leveza depois de experimentar o peso” – Sang Man

Eu não sei nem por onde começar esse post. Meus sentimentos por esse drama não são muitos além de amor, amor, amor! Mentira, são sim, eu ri bastante, explodi de fofura, chorei, fiquei com o coração apertado, shippei horrores e agora estou triste porque acabou mas feliz porque foi um drama tão gostosinho!

I Am Not a Robot é uma comédia romântica com personagens adoráveis, cômicos e um casal cheio de fofura. Com uma temática diferente sobre robôs e ciência, o drama passa uma mensagem bonita sobre relacionamentos e sentimentos, é de encantar do começo até o fim. ❤️

Oi dorameiros, eu não sei vocês, mas eu ando vendo muitos dramas policiais e outros mais intensos esses dias, aí quando surge algo levinho pra dar uma aliviada no meu coração, eu aprecio bastante! 💕 haha

Recentemente foi a vez de Jugglers, que veio assim como quem não queria nada, de mansinho me fazendo rir aqui e ali, demorou uns quatro episódios pra conquistar meu coração, mas depois que me ganhou, não largou mais, viu?! 😊Jugglers é um drama leve e divertido, com temática de romance de escritório e é extremamente fofinho.

E finalmente vim trazer meu TOP 10 dramas coreanos de 2017. Eu demorei um pouco porque estava terminando de ver alguns dramas que eu tinha parado, comecei outros… assim só pra ter certeza da minha escolha e não deixar nenhum bom drama de lado. 😊
Ao contrário de outros anos, 2017 não teve uma lista enorme de dramas muito bons, eu nem achei tão difícil escolher quais estariam nos melhores, o difícil foi somente escolher uma ordem pra eles. Então agora vamos começar a falar dos melhores dramas e uma retrospectiva rápida.

Estou devendo essa resenha já faz um tempão, né?! Me perdoa, o fim de ano e a premiação do LoveCode Awards tomou boa parte do meu tempo, mas eu não esqueci da resenha não. E olha eu aqui nas últimas horas do ano pra falar de Mad Dog.

O drama chamou minha atenção logo de início quando vi o elenco, mas me pegou mesmo quando me fez apaixonar pelos personagens. A trama começou bem mas ao longo dos episódios a história de Mad Dog deixou um pouco a desejar na parte dos “vilões”, vou explicar os detalhes no post, mas que eu gostava muito do grupinho da Mad Dog, ah eu gostava bastante! Pra mim, eles eram como uma família. 💛

Sabe quando você começa um drama sem expectativas nenhuma e acaba se apaixonando por cada detalhezinho? Eu não sei se vocês acompanharam meus surtos por esse drama nas minhas redes sociais, mas que eu pegava cada frase, foto, citação e postava em tudo que eu podia, ah, eu postava! Because This Is My First Life virou um dos meus favoritos da vida! 💛💕

Because This Is My First Life é um drama maravilhoso sobre três casais nos seus 30 anos de idade. Com um roteiro bem escrito, bons diálogos, leveza e um toque de senso de humor, o drama aborda assuntos sobre casamento, namoro, divórcio e outros até mais complexos. 

Oi, oi! Voltando com mais uma resenha beeeem atrasada. Haha ~

Go Back Couple foi um drama divertido e com personagens muito cativantes, principalmente os secundários. O drama aborda a história de um casal que acaba de se divorciar e voltam no tempo de juventude para refazer suas escolhas. É um drama leve e bem gostosinho de assistir, gostei muito de acompanhar a história do casal e dos amigos.