Tag

época

Browsing

Raramente venho escrever sobre dramas chineses e o motivo é que eu raramente assisto aos c-dramas mesmo. Num belo dia, eu estava passeando pelo catálogo de dramas asiáticos da Netflix quando um deles me chamou atenção pelo título: “The Rise of Phoenixes”. A palavra “phoenixes” me deu a impressão de ser um drama com personagens marcantes, e quando assisti ao trailer, meus olhos não conseguiam desgrudar da tela ao ver cenas tão belas e uma história aparentemente promissora.

The Rise of Phoenixes é sobre poder, vingança e amor. Se passa na antiga China, onde duas pessoas destinadas ao ódio e ressentimento se erguem para cumprir seus objetivos, mas seu envolvimento pode se tornar muito mais perigoso quando um romance também está em jogo.

Oi dorameiros! Estou de volta com as resenhas no blog! Aaah, que saudades de falar de dorama por aqui! Estou bem atrasada por conta da viagem, mas vou tentar colocar tudo em dia logo pra vir contar minhas opiniões aqui.
Um dos dramas que finalizei recentemente foi Lingerie Girls Generation, um draminha que eu estava bem ansiosa porque era uma história situada nos anos 70/80. Pois bem, parei ele no começo por conta da viagem mas assim que voltei devorei os episódios. E por ser um drama curtinho de apenas 8 episódios, passou voando. Pensa num drama gostosinho de ver. 💛

E terminou um dos dramas que mais surtei esse ano! Um sageuk que me conquistou e vou guardar com carinho pra sempre no meu coração. 💖 Chorei, sorri, surtei, sofri… mas valeu cada segundo!

Rebel: Thief Who Stole the People conta a história de um justiceiro na dinastia Joseon, um herói que começou como um servo e conquistou uma nação. Rebel é um drama que te faz torcer pelos personagens e desejar justiça tanto quanto eles. A luta do povo é a luta de Hong Gil Dong e a cada episódio, maior é a emoção. Pra quem adora um sageuk bem feito, recomendo muito.

Lembro como se fosse hoje… era finalzinho de 2015 e uma notícia saiu e me alegrou demais: Lee Jun Ki voltaria como protagonista e para um drama de época (adoro sageuk!). Logo depois saiu a notícia de que sua parceira seria nada mais, nada menos que a IU e meus surtos já começaram aí, quando me dei conta que os dois são lindíssimos e ficariam ainda melhor juntos. Tudo foi piorando quando o resto do elenco foi confirmado, teríamos também: Kang Ha Neul (de Twenty), Hong Jong Hyun, Nam Joo Hyuk (de School 2015), Baekhyun (do EXO), Ji Soo (de Angry Mom, Cheer Up) … e muitos outros atores e atrizes ~todos lindos e queridinhos dos dorameiros. 😍

No meio de 2016 eu estava pirando novamente quando os posters começaram a sair. Ver os atores queridos, lindos, todos com as roupas maravilhosas da época me fizeram perceber mais ainda que eu estava surtando como nunca antes.


Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo foi um dorama que acabou comigo em todos os sentidos. O drama é daqueles pra surtar mesmo, pra criar teorias, pra chorar de alegria e de tristeza. 😭😂Daqueles que você quer matar vários personagens e guardar outros num potinho e cuidar pra sempre. Moon Lovers foi um dos melhores do ano com certeza!

Ah, a história emocionante, a tensão, as brigas políticas, a produção, o figurino e cenários excepcionais, o elenco belo e talentoso, o protagonista cativante, a trilha sonora pra ficar ouvindo pra sempre… Amei! Amei!❤️❤️

(Resenha SEM spoiler! ~ Se quiser ler meus comentários com spoiler é só clicar no link no final do post.)

Já assisti esse filme há um tempinho, mas como não tinha legenda em português, resolvi não postar antes porque o pessoal ia ficar com vontade de ver e não tinha como. Mas graças a amiga tradutora Paty, agora já tem pra download legendado, amigas!

Eu adoro filmes e dramas históricos coreanos (os chamados sageuk). Sou apaixonada pela cultura, pelos costumes, as roupas, a linda arquitetura, decoração e claro que as boas histórias de reis, príncipes e personalidades que marcaram a história do país.

The Throne é um filme histórico baseado em fatos reais. O enredo é belo e cruel ao mesmo tempo, dizem que essa é a história mais trágica da dinastia Joseon. A história é intensa e possuí um elenco e produção que merecem muitos elogios.

Não sei por que enrolei tanto para ver esse filme, pra falar a verdade, só me interessei por ele quando vi que a minha ~nova~ atriz favorita a Kim Go Eun (de Cheese in the Trap) fazia parte do elenco. Mesmo assim, enrolei alguns meses e finalmente assisti. Agora, estou encantada, entrou até na minha lista de favoritos.

Memories of the Sword é um filme belíssimo. Perfeito para quem gosta de filmes de época com boas lutas de espada e de quebra ainda tem uma das mais belas fotografias que já vi na vida! Ah, não posso esquecer de citar que tem o Junho, do 2PM!

Não sei nem por onde começar essa resenha, de verdade, eu sinto que tenho tanta coisa pra dizer e ao mesmo tempo não consigo colocar em palavras tudo que senti nesses 50 episódios .
O que posso dizer antes de começar meu texto enorme, é que Six Flying Dragons é uma obra de arte!
Eu realmente não consegui controlar minhas emoções, tava surtando muito no twitter, desde o primeiro episódio que foi ao ar. Aquelas lutas incríveis, os planos inteligentes dos personagens, as histórias profundas.  Aaaaa, atuação incrível do Ah In ♥ e de todo o elenco.
tumblr_o49c2iM9gp1rvqca1o1_250tumblr_o1xkfgEcL71uq4zv4o1_400

Sinceramente, não sei nem por onde começar. Não tenho palavras para expressar o meu amor por essa série fantástica. Não sei como vou explicar meus sentimentos de forma clara, sem dar spoilers e sem ser muito chata fanática. Gu Family Book é mais uma série coreana e foi transmitida pela MBC em 2013. Vamos lá! 🙂
Gu Family Book | 구가의
Emissora: MBC | Episódios: 24 | Duração: 60 min.

Gu-Family-Book-Poster3Sinopse: Choi Kang Chi, é um Gumiho, cuja mãe é Yoon Seo Hwa, um ser humano, que se apaixonou por Gu Wal Ryung, o deus guardião das montanhas de Jiri. Perseguida por seus inimigos ela decide se separar de seu filho e o envia em uma cesta rio abaixo, para que assim ele não fosse capturado, por sorte a família de Choi Kang, o encontra e começa a cria-lo, mas de repente, Kang Chi, descobre a sua verdadeira identidade e fica determinado a se tornar um humano puro. Para isso ele decide sair do seu lar adotivo e embarcar em uma jornada na esperança de encontrar sua realização.

No começo do ano, estava de férias e vendo séries  sem parar, olhei duas vezes para The Musketeers e pensei “vou ver”. Acontece que só fui ver mesmo em Março, e agora posso dizer que me arrependi de não ter visto assim que saiu, porque a série é épica.
The Musketeers é uma série britânica exibida pela BBC One, teve inicio em 19 de janeiro de 2014. A primeira temporada tem 10 episódios com duração de 60 minutos cada um, e já foi renovada para a segunda temporada.

Sinopse: Situado nas ruas de Paris do século XVII, onde a lei e a ordem são mais uma ideia do que uma realidade, a série segue a história dos mosqueteiros Athos, Aramis e Porthos, que logo recebem a ajuda do jovem D’Artagnan, para combater o crime. Os Mosqueteiros são comandados pelo Capitão Treville um homem respeitado por todos que o conhecem. Os mosqueteiros são os guarda-costas pessoais do Rei Luís XIII, que confia cegamente nos conselhos do Cardeal Richelieu, um homem extremamente ambicioso e que conta com a ajuda da misteriosa Milady. Ultimamente mais que proteger o rei, também trabalham para a justiça social, por honra, valores, amor e emoção. A série é uma versão contemporânea da clássica história de Alexandre Dumas.