Tag

misterio

Browsing

Bom dia, boa tarde, boa noite, boa madrugada quarenteners! aqui é a Edna, a pedidos de muitos, resenhando Hell is other people. Sim, eu como admiradora de Im Siwan desde Misaeng (Vida Incompleta), me desafiei a ver este terror psicológico (mesmo tendo aversão a terror!) por ser um papel tão diferente dos que ele já havia feito e sendo o primeiro projeto após sua volta do exército.

Além disso, quero explicar um ponto de vista da história, pois andam tendo alguns mal entendidos poraí em razão desta obra de 10 episódios, adaptada do webtoon de mesmo nome, ter sido feita pelo trevoso canal OCN, conhecido por dramas com espíritos malignos e exorcismo. Mas Strangers from hell aka Hell is other people tem mais a ver com a filosofia de Jean-Paul Sartre do que com almas penadas, pois trata sobre até onde a perversidade humana pode alcançar, aplicada a personagens VIVOS e MUITO VIVOS.

Quer entender esta viagem filosófica e porque valeu a pena assistir a tudo? Vem comigo e põe essa OST de qualidade pra tocar

Desde os teasers, Tell Me What You Saw prometeu ser um drama policial mais intenso que os outros, apresentando um suspense aparentemente promissor com a história de uma policial e sua memória fotográfica. De fato, o drama é um tanto diferente dos demais dramas sul coreanos do mesmo gênero, mas não devido a uma história que foge do convencional. Aqui, o principal antagonista é mais macabro e os crimes são brutais e muito cruéis. Todo o tom do suspense é pesado, repleto de personagens frios que tornam a experiência, às vezes, um tanto perturbadora.

Mesmo se comparado a outros dramas da própria OCN, que já possuem essa característica, acredito que se aproxima bastante de Voice, drama que também foi ao ar pela emissora em 2017 e a segunda temporada em 2018.

Sempre fico animada quando está pra começar um drama de um dos meus atores favoritos. Pois eu estava maravilhada que ia ter um drama de comédia romântica com Ji Chang Wook antes dele ir cumprir o serviço militar. Afinal, o último drama que ele fez foi The K2 e já falei por aqui que não gostei nada desse drama. Então minha ansiedade era maior ainda, queria algo muito bom pra ele, principalmente porque não era um drama de ação e ele poderia mostrar livremente seu lado fofinho de ser.

Eu realmente não esperava muito de Suspicious Partner, já que era uma comédia romântica e esse tipo de dorama é sempre mais levinho, e mesmo assim, acabei um pouco decepcionada com a trama.

Suspicious Partner tem um tema interessante, e mesmo envolvendo crime, possui um clima cômico, os personagens são engraçados mas o drama pecou na quantidade de episódios, que resultou numa história arrastada e cheia de enrolação do meio pro fim. Mas claro, também tem seus pontos positivos e vou citá-los no post. 😊

Eu surtei horrores com esse drama no twitter! Quem me acompanha por lá sabe que eu ficava louca a cada episódio, foi simplesmente maravilhoso do começo ao fim! O drama terminou esses dias e eu ainda estou toda emotiva com aquela mistura de sentimentos nos últimos episódios. 😩💔✨😱👏

Circle é um drama de ficção científica e mistério com duas partes da história, a primeira se passa em 2017 e chama “Projeto Beta”, a segunda chama “Incrível Novo Mundo” e se passa em 2037. A trama é envolvente cheia de suspense e reviravoltas, e eu como uma fã de ficção científica já considerei Circle um dos melhores dramas que já vi na vida!

Primeiramente, desculpem minha ausência por aqui nos últimos dias, a vida está mais corrida do que nunca. E tem várias resenhas pra escrever, de dramas que terminaram até antes desse, mas eu precisava comentar sobre Chicago Typewriter com urgência! Hahah Volto depois com a resenha dos outros, prometo. 😊 Agora vamos ao que interessa:

Chicago Typewriter é um excelente drama sobre amizade, amor, lealdade e companheirismo. Com um roteiro bem escrito, uma história nada óbvia, personagens e atores cativantes, cinematografia e trilha sonora encantadoras, o drama tornou-se um dos meus favoritos. 💖

“Uma caneta é mais forte do que uma faca. Uma máquina de escrever é mais forte do que uma arma. Você deve escrever algo bom. Escreva algo magnífico.” 👏👏

Esse ano a OCN está com tudo nos dramas de ação e suspense. Já vim aqui comentar sobre o maravilhoso Voice e agora volto pra falar de Tunnel, um dos melhores thrillers que já vi e que pra mim, superou Voice. Me senti muito mais envolvida e curiosa com a história.

Tunnel é um drama muito bem escrito, com um roteiro que te prende do começo ao fim, a história tem muito mistério, muitas surpresas e personagens cativantes.

Oi! Mais uma vez um pouco atrasada pra postar, já que o drama terminou há semanas! Desculpem! 😨💕

Engraçado que eu comecei Tomorrow With You amando cada segundo, divulguei muito no twitter, indiquei pras amigas e de repente… ZZzz perdi o interesse. Mas calma! Vou explicar e pode ser que os problemas que vou citar tenham sido do meu ponto de vista. Vi gente que amou o drama todo, e eu até tenho uns pontos positivos.

Tomorrow With You conta a história de um viajante no tempo e sua esposa…

Antes de começar não havia lido nada sobre o drama, vi o poster e pensei “mais um dorama escolar, ok, vamos ver se é bom”. Me deparei com algo completamente diferente do que eu imaginava.
Solomon’s Perjury não é um drama escolar convencional, é sobre estudantes inteligentes tentando encontrar a verdadeira causa da morte do colega em um julgamento criado por eles mesmos, quando a polícia e os “adultos” não faziam nada.

Estou tão sem palavras para descrever o quanto amei Signal. Parece que a única coisa que vem à minha mente é: genial. Estou apaixonada pelo roteiro incrível que o drama apresentou, um roteiro que não teve um furo sequer e não deixou a desejar em nenhum momento nesses 16 episódios.
Signal é um drama policial com uma temática perfeita: comunicação entre passado e futuro. Com clima de filme, me senti vendo uma superprodução, melhor que Hollywood com certeza. Esse roteiro, não tem pra ninguém! ♥ Um dos melhores doramas do ano.
”If we don’t give up, there is hope.” – Signal

Fazia muito tempo que estava querendo ver esse filme, desde que vi que no elenco estava o Ryu Jun Yeol (o Jung Hwan de Reply 1988) e também o Byun Yo Han (Ex-Girlfriends  Club e Six Flying Dragons). Pra ser bem sincera, não esperava nada do filme  e quando vi o título nem imaginei que o tema “internet” seria abordado da forma que foi.
Socialphobia me prendeu do começo ao fim, com um assunto interessante que representa muito bem a realidade do mundo virtual em que vivemos (e cá entre nós, principalmente nós dorameiros e kpoppers que passamos horas do nosso dia no twitter hahah).